Blog
VOLTAR

Descongestionantes nasais viciam?

Todos os anos, com a chegada das temperaturas mais baixas e o tempo mais seco e instável, os problemas respiratórios, como a incidência de gripes, resfriados e alergias, típicas dessa época do ano proporcionam um problema para grande parte da população brasileira: o nariz entupido. Nessa situação, muitas pessoas não pensam duas vezes antes de fazer uso de descongestionantes nasais para aliviar o incômodo. 

 “O medicamento, embora traga alívio imediato ao nariz entupido, não é tão benéfico quanto parece. Apesar de serem vendidos sem prescrição médica, podem causar vários problemas à saúde, como a perda do olfato, insônia e complicações cardíacas”, comenta a médica otorrinolaringologista do Hospital Dia do Pulmão, em Blumenau, Santa Catarina, Dra. Mariana Schmidt Kreibich. 

A especialista comenta que o uso constante de descongestionantes nasais pode “viciar” o corpo, causando a chamada rinite rebote ou medicamentosa, que é uma espécie de congestão nasal causada pelo uso exagerado destes medicamentos. “Os descongestionantes devem ser utilizados por, no máximo, três dias consecutivos. Mas, quando passa desse tempo, o nariz pode voltar a entupir, e o hábito de retornar com a medicação causa esse vício/dependência, ou seja, só melhora se pingar o remédio novamente”, explica. 

Dra. Kreibich ainda explica que, nas laterais do nariz, existem estruturas chamadas de cornetos, que são revestidos de mucosa, e, quando existe algum incômodo decorrente de uma doença ou agressão, esse cornetos incham e dificultam a respiração. “Quando isso acontece, é normal as pessoas procurarem os descongestionantes, já que eles possuem substâncias vasoconstritoras, que retraem os vasos sanguíneos dos cornetos, proporcionando a sensação de alívio”, diz. 
Mas, as substâncias presentes nesse tipo de medicamento não agem somente na região nasal, mas também em e sim, podem ocorrer em outras partes do corpo, podendo causar causando doenças perigosas e fatais. “Por exemplo, podem fechar os vasos do coração, e levar a hipertensão, taquicardia ou convulsões”, ressalta a médica. 

Outras opções para o alívio nasal 
 
Segundo a especialista, uma solução para o problema de nariz entupido, é a lavagem com soro fisiológico ou com uma solução de água com sal e bicarbonato, que consequentemente, remove as secreções nasais e alivia os sintomas de entupimento. 

“Para as pessoas que já não conseguem mais largar os descongestionantes, o tratamento precisa ser realizado por um especialista, com medicamentos orais e injetáveis para a recuperação da mucosa nasal”, explica Mariana. 

  • COMPARTILHE

Últimas notícias

VER TODAS

Horário Especial de Final de Ano

Com as celebrações de final de ano, o Hospital Dia do Pulmão, terá os ho...

LEIA MAIS

Audiometria

Música alta nos fones de ouvido, sirenes de ambulância e polícia, obras em edif&...

LEIA MAIS

Novo Teste Rápido para o Diagnóstico da Dengue

O resultado fica pronto em 20 minutos e permite um tratamento mais rápido, seguro e eficaz. ...

LEIA MAIS

Instagram

VER TODAS
Icone - Receba nossas novidades Receba nossas novidades
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.